Mais Dicas Aqui!

04 setembro 2011

1

Planejamentos Editora Aprender

Gente, a Editora Aprender é a responsável em acompanhar os professores do 2º ano do Ensino Fundamental do meu município, há 4 anos que é desenvolvido um trabalho conjunto com a SEMEC para auxiliar os planejamentos e ações das escolas, primando pela qualidade e melhoria dos RESULTADOS EXTERNOS através do PAIC .
Todo o material pedagógico exposto neste LINK (Editora) foi cedido pela formadora Jeane Félix, que com muito carinho divulga e transmite informações através do meu blog. Vale a pena vocês professoras, educadoras ou não, conferir esse material, que com certeza irá auxiliá-los no trabalho em sala de aula. Basta clicar no link da editora logo abaixo. Boa Sorte!.








ACOLHIDAS

1-Cabra-cega.-Brinque de cabra-cega com as crianças, durante a brincadeira você irá chamar o nome de cada um, quem for chamado tem que responder bem alto, “nem escuto a suada da mutuca”. Os demais ficam em silêncio, quem não responder ao chamado ou fizer barulho, sai da brincadeira.
Explique bem a brincadeira e certifique-se de que todos entenderam pedindo para que repitam as orientações. Se eles não souberem o que é mutuca, diga.
Ao final converse com os alunos sobre, escutar e fazer silêncio para entender o que você quer deles durante a aula.

2-Baratinha voou-voou.-Forme duplas e explique que são grandes amigos e que um responde pelo outro.Diga que eles tem de ficar atentos e evitar que a barata caia na boca do seu companheiro e que quem estiver com a barata não pode falar.Se seu companheiro não responder eles comem a barata e saem por uma rodada.

3-Mestre mandou.-Elabore comandos que envolvam coisas sérias e coisas divertidas:faça sua atividade, pule de um pé só, vá para sua carteira, imite um animal, guarde suas coisas... use comandos que geralmente seus alunos esquecem ou não querem realizar. Ex: O mestre mandou todo mundo dá uma pirueta.
Explique que quem não conseguir realizar o comando imediatamente, fica fora por uma rodada.
Se as crianças não conseguirem comportar-se e seguir as regras da brincadeira, pare e retome apenas no dia seguinte.

4-ANJO-Faça uma caixa de correio bem bonita, decorada com anjos. Depois, realize um sorteio entre eles para saber quem vai ser o anjo de quem. Peça para eles não dizerem nada quando receberem o papel.Explique que eles não podem rejeitar os colegas, e que todos os dias terão que deixar um bilhete ou um desenho para seu protegido.Lembre que eles devem colocar o nome de quem vai receber, mas não podem colocar seu próprio nome.
Proporcione um momento para abertura da caixa e no fim da semana, revele todos os anjos.

5-Proposta de leitura nas acolhidas.

1. Em dias alternados, levar material de leitura, livros, textos, gibis, jornais infantis, etc.
2. Entregue um para cada criança para que leiam, acompanhe a leitura dos que tem maior dificuldade.
3. Realize, também contação de histórias com fantoches ou teatro, peça a ajuda dos alunos, eles podem fazer os sons dos animais, por exemplo. Envolva principalmente os mais tímidos.
4. Peça que um dos alunos fale sobre o que leu ou ouviu.
5. Nos demais dias trabalhe com dinâmicas, músicas, orações...



Atividade de Matemática

Geometria – 2º. Eixo - D4.1

Áreas do conhecimento: Português, História, Matemática e Artes.
Conteúdos: leitura, compreensão e escritas de palavras, história do Brasil, identificação de cores, quantidade, formas geométricas.
1. Professor, leve para sala pedaços de TNT coloridos, incluindo as cores da bandeira do Brasil. Leve também uma bandeira brasileira.
2. Realize uma predição e apresentação da bandeira.
3. Em seguida, conte uma história com o significado de cada cor: amarelo – ouro, verde-matas, azul-céu e branco-paz. Acrescente o significado das estrelas: os estados e Brasília.
4. Procure, com os alunos, no dicionário, o significado das palavras “ordem e progresso”.
5. Nomeie com as crianças todas as figuras geométricas presente na bandeira.
6. Exponha no quadro um painel com cada figura separadamente com sua cor e significado.
7. Divida a turma em grupos para que elas montem sua própria bandeira usando os TNTs.
8. Proporcione um momento de socialização.




ATIVIDADES INTERVENTORAS DE ESCRITA


2-Identidade.
1.Leve para sala várias imagens de rostos (pessoas, animais e até objetos que tenham feições).
2.Exponha as imagens e peça que os alunos escolham, individualmente, a que mais se identifica com ele.
3.Oriente cada aluno a justificar por escrito a sua escolha. Indique alguns para lerem suas respostas.

3-Adivinha?
1.Lance uma adivinha para as crianças. Ex: Res. Anzol.
Eu fui feito com pancada.
Só sirvo se for torto.
Vou procurar quem está vivo,
Espetadinho em quem tá morto.
2.Forme grupos e peça que eles criem ou reproduzam uma adivinha que já conhecem, por escrito.
3.Após a escrita, eles devem lançar o desafio para os outros grupos, um de cada vez. Ganha o grupo que acertar o maior número de adivinhas.

4-Brincadeira de criança.
1.Com a ajuda das crianças, faça no quadro uma lista de brincadeiras.
2.Divida-os em grupos e peça que cada grupo escolha uma das brincadeira da lista.
3.Oriente cada grupo a conversar e escrever sobre a brincadeira que escolheu, para ajudá-los lance as seguintes perguntas:

• Como se brinca?
• Quais as regras?
• Onde se brinca?
• Quais os materiais usados?
• Quantos podem brincar?

4-Peça que cada grupo dê um novo nome a brincadeira e diga o motivo da escolha.
5-Cada grupo de ler sua produção para os demais.
6-Após a leitura, convide as crianças para realizar uma das brincadeiras, pode ser escolhida por elas ou por você, dependendo do espaço disponível.
7-Aprofundamento- Antigamente era assim...
• Peça às crianças que realizem uma pesquisa com seus pais, avós, ou qualquer familiar mais velho que possa responder de que eles brincavam quando eram crianças e como eram essas brincadeiras.
• Peça o retorno oral dessa respostas.

5-Hum!Que delícia!
1.Converse com as crianças sobre os vários tipos de comidas diferentes que existem no mundo. Ex:
• EUA: grilo frito com chocolate.
• Noruega: filé de baleia, língua de bacalhau.
• Tunísia: corcova de camelo, filé de cavalo.
• Índia: cérebro de carneiro.
• China: espetinho de escorpião, besouro, barata, rato cozido e sopa de cachorro.
• Brasil: tanajura(formiga), macaco, tripa, sangue, língua, olho de cabra, testículo de boi.
2.Pergunte aos alunos, se esse fosse o cardápio da escola, o que eles provariam e o que não comeriam de jeito nenhum.
3.Ao final, peça que cada aluno faça uma lista dos seus alimentos favoritos.Se necessário ajude-os a listá-los oralmente.

6-Quem sou eu?
1.Proponha que as crianças façam o desenho de suas duas mãos numa folha.
2.Peça que elas dobrem essa folha ao meio de modo que as mãos fiquem do lado de fora.
3.Oriente para que do lado de dentro elas façam um desenho de si e escrevam sobre elas. Se achar necessário, peça que pesquisem antes:
• Nome completo, idade, dia e cidade em que nasceu, nome dos pais ou responsáveis e também características físicas e psicológicas. Explique e dê exemplos dessas características.

7-Meu desejo.
1.Converse com as crianças sobre o dia das crianças e sobre o presente que eles gostariam de ganhar.
2.Depois, explique que existe um outro tipo de presente, um não-material: saúde, amigos com quem brincar, etc.
3.Pergunte o que eles desejam e peça que eles escrevam um pedido material e um não-material.
4-Diga para eles assinarem e trocarem entre si, para que seus escritos sejam lidos em voz alta por seus colegas.

8-Dificuldades ortográficas:
1. Observe as dificuldades ortográficas das crianças.Ex: x/ch, j/g...
2. Forme grupos e entregue palavras-chave.Ex:bruxo, cachoeira, enxurrada, bicho, cochilo, chinelo, chapéu, enxada, machado, enxame, chaminé.
3. Diga que cada grupo deve criar uma historinha usando todas essas palavras.
4. Peça que cada grupo conte sua história.

9-Atividade para trabalhar todos os níveis juntos:
1. Leve um cartaz com a música “O sapo não lava o pé”.
2. Cante a música com as crianças.
3. Forme grupos de acordo com a ZDP ou com os níveis de escrita.
4. Entregue a cada grupo uma folha com a letra da música.
5. Oriente as atividades específicas de cada grupo:
• Pré-silábico I e II: identificar e pintar algumas palavras do texto, depois escrevê-las usando o alfabeto móvel.Ex: lagoa, pé, chulé, sapo,etc.
• Silábico: identificação de um número maior de palavras e escrita usando sílabas móveis.
• Silábico-alfabético:palavras faltando letras para que eles completem.
• Alfabético: palavras destacadas para a escrita de frases.
Obs: acompanhe de perto o desenvolvimento das atividades, ao final, peça que os grupos apresentem-se e os convidem a cantar diferente.
• Forme novos grupos, retirando membros dos já formados, agora heterogêneos.
• Entregue a cada novo grupo uma vogal: a, e , i, o, mantenha o u consigo.
• Peça que cada grupo cante a música, substituindo as vogais apenas pela que você entregou.
• Ao final, todos cantam juntos com a vogal u.

10-Qual o objeto?
1. Coloque, em uma caixa ou saco, alguns objetos.(pedra,lápis,caneta,etc.).
2. Divida a turma em pequenos grupos e explique que cada grupo irá sortear um objeto e que todos terão de escrever o nome do mesmo.
3. Ganha o grupo que escrever a maioria das palavras ortograficamente.
4. Dê preferência a palavras que eles têm maior dificuldade.


Sugestão de Intervenções Pedagógicas

Trabalhar com gêneros textuais que tenham como características a rima e o ritmo:
• Quadrinhas
• Parlendas
• Cirandas
• Adivinhas
Objetivos: desenvolver a consciência fonológica, facilitar a aprendizagem da leitura com apoio na linguagem oral, usar o recurso da memorização para colaborar com estratégias de identificação de palavras.
Os textos devem ser escolhidos, apresentados, lidos e explorados dentro da concepção do Projeto: predição, leitura fluente, questionamentos de compreensão literal e não literal.
A estratégia consiste em realizar um ciclo de atividades interligadas e seqüenciadas num dado período de tempo. Exemplo: Parlenda:

Quadrinhas:
Quem tiver raiva de mim
E não pode se vingar
Meta os dentes na parede
E coma barro até inchar.

*********************
Batatinha quando nasce
Se esparrama pelo chão
Carrego papai no bolso
E mamãe no coração.

Estratégia: de 10 a 15 minutos por dia, nas acolhidas, no retorno do recreio ou no encerramento da aula.

1º.dia 2º.dia 3º.dia 4º.dia 5º.dia
Apresentação do texto, leitura por parte das crianças, levantamento dos conhecimentos prévios, leitura pelo professor.
Retomada, leitura pelo professor, compreensão, questionamentos sobre o gênero, identificação das características gráficas. Leitura, retomada, levantamento de outros textos semelhantes que os alunos conhecem, registro pelo professor. Leitura por um aluno ou grupo de alunos, identificação de palavras, sílabas e letras.
Escolha entre 4 e 6 palavras para serem trabalhadas. Culminância: divididos em grupos heterogêneos, os alunos irão receber um quadrinha para ler e apresentar com ritmo e entonação para os demais grupos.
Obs.: cada grupo recebe uma quadrinha, podem ser as que foram registradas pelo professor no 3º. Dia.

JOGOS

1-Roletrando.
• Escolha de 5 a 7 palavras que gostaria de trabalhar com os alunos.Todas as palavras devem ter o mesmo número de letras.
• Em uma cartolina escreva as palavras separando as letras em quadrados, meça antes o pedaço da cartolina, para ver se é do mesmo tamanho do cano.
• Recorte a cartolina separando as letras em colunas verticais, de modo que cada coluna tenha uma letra de cada palavra.
• Use como suporte um cano de PVC ou de papelão, desses que vem dentro do papel alumínio ou madeira.
• Enrole as colunas de letras em volta do cano, nem muito apertado, nem muito frouxo, de modo que as colunas possam girar em volta dele sem mudar de posição ou cobrir as outras.
• Lembre-se de colocar as letras na ordem em que formam as palavras.

2-Jogo das sílabas.
• Junte tampinhas de garrafa pet e uma bandeja de ovos vazia.
• Cole nas tampinhas sílabas que possam formar palavras e use como peças do jogo e a bandeja como tabuleiro.Cada tampa com sílaba deve ser encaixada em um dos buracos da bandeja, a seqüência tem que formar uma palavra.
• Peça ajuda das crianças para fazer o jogo.
• Se necessário, antes de começar a jogar faça com elas uma lista de possíveis palavras, escolha uma temática, animais, frutas, brinquedos, etc.

3-Encontre a figura.
 Numa cartolina cole as fichas 2(figura/palavra) e em um saco ou caixa coloque as fichas 4(palavras) correspondentes.
 Coloque a cartolina em lugar bem visível e sem obstáculos para que as crianças possam se aproximar dela rapidamente.
 Passe a caixa pela roda ao som de uma música. Quando a música parar, a criança que estiver com a caixa deve tirar uma ficha, ler e procurar a correspondente no painel.
 Caso a turma seja numerosa, passe a caixa uma única vez para que cada aluno tire uma ficha. Em seguida, chame-os de um por um ou em duplas para ler e procurar as fichas correspondentes no painel.
 As crianças podem e devem participar da confecção do jogo, pintando e colando as fichas.

4-Jogo da velha.
• Cole nove fichas (4) em uma folha de ofício, de modo que forme três colunas na horizontal e três na vertical.
• Em um papel 60k ou em uma cartolina, faça uma dobra no mesmo tamanho da cartela de fichas, de modo que a cartela fique bem no centro.
• Faça nove círculos em um dos lados da cartolina e recorte de maneira que cada círculo revele uma das palavras das fichas.
• Confeccione cinco x e cinco zeros, para que os jogadores possam marcar seus pontos.
• Joga-se como o jogo da velha, porém eu só posso marcar ponto se conseguir ler a palavra que marquei.


Sugestões de Estratégias

1- Salas multiseriadas:
• As ações devem ser realizadas com a turma inteira.
• Os momentos da representação devem ser vivenciados separadamente.
• As cadeiras podem ser organizadas de forma a demarcar o espaço de cada série, facilitando a movimentação tanto dos alunos como do professor(a).
• Algumas atividades podem ser realizadas coletivamente, desde que atenda todas as séries. Ex: jogos, dinâmicas, Contação de história, teatro, acolhidas.
• Para aproveitar melhor o tempo, use a acolhida para produzir materiais que serão usados em atividades posteriores. As crianças podem colorir, recortar, colar, etc. Ex: desenhe e pinte o animal que você mais gosta. Mais tarde use os desenhos como fantoches de uma Contação de história.

2- Turmas com variação de níveis:
• Formar grupos rotatórios. Ex: diariamente distribua a turma em pequenos grupos, que devem ser organizados ora por níveis iguais ou próximos, ora por níveis diferentes.
• Realização de atividades desafiadoras para cada nível.
Obs.: professor(a), fique atento às atividades que você irá realizar, se é desafiadora apenas para crianças em níveis iniciais, organize grupos homogêneos, se é desafiadora para crianças de níveis mais avançados, organize grupos heterogêneos.

3- Para todas as turmas:

3.1. Criação e uso dos cantinhos.
• Organize um local apropriado e coloque uma placa com o nome do cantinho.
• Se o espaço for pequeno, alterne os cantinhos de acordo com o seu planejamento.
• Não exponha muitos cantinhos de uma só vez, para não confundir as crianças. Use no máximo três numa mesma sala.
• Os cantinhos serão mais significativos se as crianças participarem do processo de construção.
• Aproveite os cantinhos como atividade para um determinado grupo, quando você precisar realizar um trabalho específico com outro. Ex: aplicação de avaliações e atividades específicas para níveis ou séries diferentes.


3.2. Sugestões de cantinhos.

Cantinho da leitura.
 Use um baú, uma caixa decorada, uma prateleira, um armário ou mesmo um porta livros de TNT (parece com uma sapateira).
 Disponha livros, cordéis, gibis, revistas, jornais.

Cantinho do Supermercado
 Peça que os alunos tragam embalagens vazias.
 Leve-as também, procure as mais variadas possíveis.
 Use as embalagens para distinguir produto e marca explicando a diferença às crianças, não só oralmente, mostre as diferenças na escrita. Ex: sabão em pó/OMO, esponja de aço/Bombril.
 Construa lista de compras com eles. Faça uma coletivamente, escrevendo no quadro e usando as sugestões deles, o que eles comprariam. Depois peça que eles façam uma individualmente.

3.2. Uso do Pote da Leitura.

 Leve um pote decorado para a sala, ele pode ser de plástico e ter qualquer tamanho.
 Leve ou peça que as crianças levem textos para serem colocados dentro do pote.
 Nomeie o pote de acordo com os textos: Pote da Poesia, Pote da Notícia, ou mesmo das Frases e das Palavras.
 Não leve textos muito longos e selecione sempre algo de interesse dos alunos. Ex: notícias sobre a gripe suína.
 Propicie um momento de abertura do pote e leitura dos textos. Leitura esta, realizada pelos alunos.
 Após a leitura converse com os alunos a respeito do assunto do texto.

3.3. Confecção e aplicação de jogos.
 Os exemplos de jogos serão relacionados no item seguinte.


Sugestões de Atividades

1- Reconto da história:
 Conte uma história com empolgação, mostrando as figuras e fazendo perguntas importantes para a compreensão da narrativa.
 Divida a turma em grupos.
 Dê material suficiente para que cada grupo confeccione um personagem da história contada. Os fantoches podem ser desenhados, recortados e colados em papelão e em palitos de picolé ou feitos de TNT.
 Escolha representantes de cada grupo para recontarem a história juntos, usando os fantoches confeccionados.
Obs.: professor, escolha bem a história, para que a atividade seja realizada com sucesso.
Essa atividade pode ser usada no Ícone Hora do Conto e ajuda a desenvolver as competências para os descritores. D15, D16, D18.

2- Caça palavras.
 Converse com os alunos sobre o jogo “caça palavras”, se possível leve um exemplar para eles verem.
 Divida a turma em duplas.
 Entregue a cada dupla uma folha de ofício dividida em 45 quadrados iguais.
 Escreva no quadro, com a ajuda dos alunos, o nome de todas as crianças da sala.
 Peça que cada dupla escolha alguns nomes da lista para escrever atrás da folha que você entregou.
 Explique que eles devem escolher em qual seqüência de quadrados irão escrever cada nome, que o número de quadrados deve corresponder ao número de letras e que eles devem escrever uma letra para cada quadrado.
 Peça que eles preencham os espaços que sobraram com letras aleatórias.
 Passe pelas duplas para observar e intervir, quando necessário.
 Ao terminarem, peça que as duplas troquem as folhas entre si e comecem a jogar, procurando e circulando os nomes dos colegas.

Obs.: professor(a), se achar necessário determine o número de nomes de 3 a 5.
Essa atividade pode ser usada no Ícone Descobrindo os Nomes e ajuda a desenvolver as competências para os descritores. D1, D2, D3.
Ela pode ser repetida usando outras listas: frutas, animais, etc.

3- Tem, Sim.

O que tem no Supermercado?
O que tem na Horta?
O que tem no Pomar?
O que tem no Zoológico?

 Um dia antes peça que as crianças tragam recortes, figuras, embalagens ou mesmo desenhos relacionados ao tema.
 Converse com os alunos sobre o que tem no lugar escolhido: supermercado, horta...
 Peça às crianças que exponham e escrevam no quadro o nome do que trouxeram.
Obs.: se as crianças ainda não sabem escrever, aproveite para ajudá-lo com as hipóteses.
Essa atividade pode ser usada no Ícone Brincando com as palavras e ajuda a desenvolver as competências para os descritores. D10, D11.

4- Um estouro de poesia.
 Leve para a sala de aula, de acordo com o número de alunos, balões coloridos contendo versos, estrofes ou poesias inteiras, desde que não sejam muito longas.
 Peça que as crianças encham e brinquem com os balões por um tempo.
 Em seguida avise que eles irão estourar os balões para ler o que tem dentro.
Essa atividade pode ser usada no Ícone Conhecendo diferentes textos e ajuda a desenvolver as competências para os descritores. D17, D18.

JOGOS

1-Jogo de palavras.
• Escolha de 5 a 7 palavras que gostaria de trabalhar com os alunos.Todas as palavras devem ter o mesmo número de letras.
• Em uma cartolina escreva as palavras separando as letras em quadrados, meça antes o pedaço da cartolina, para ver se é do mesmo tamanho do cano.
• Recorte a cartolina separando as letras em colunas verticais, de modo que cada coluna tenha uma letra de cada palavra.
• Use como suporte um cano de PVC ou de papelão, desses que vem dentro do papel alumínio ou madeira.
• Enrole as colunas de letras em volta do cano, nem muito apertado, nem muito frouxo, de modo que as colunas possam girar em volta dele sem mudar de posição ou cobrir as outras.
• Lembre-se de colocar as letras na ordem em que formam as palavras.

2-Jogo das sílabas.
• Junte tampinhas de garrafa pet e uma bandeja de ovos vazia.
• Cole nas tampinhas sílabas que possam formar palavras e use como peças do jogo e a bandeja como tabuleiro.Cada tampa com sílaba deve ser encaixada em um dos buracos da bandeja, a seqüência tem que formar uma palavra.
• Peça ajuda das crianças para fazer o jogo.
• Se necessário, antes de começar a jogar faça com elas uma lista de possíveis palavras, escolha uma temática, animais, frutas, brinquedos, etc.

3-Jogo do mico.
 Usando as fichas do material, forme um baralho constituído de pares, cada par deve ter uma ficha 2 e uma 4 correspondente.
 O número de cartas(5 a 10 para cada jogador) varia de acordo com o número de jogadores(de 3 a 6).Quanto mais jogadores, menos cartas para cada.
 Inclua no baralho apenas a ficha 2 com a figura do macaco.
 Embaralhe bem as cartas para que fique um pouco mais divertido procurar os pares.
 Distribua todas as cartas entre os jogadores e explique que eles irão formar os pares com as fichas que já tem nas mãos e descartar esses pares para que todos possam ver.
 Em seguida, eles irão, um por vez, retirar, sem ver, uma carta do companheiro da direita e ver se forma par com alguma das suas. Se sim baixe o par, se não misture com as suas cartas.
 Na seqüência, o jogador da esquerda irá fazer o mesmo com o que já puxou uma carta, e assim por diante, até que todos os pares estejam formados e só reste uma carta, a do macaco.
Obs.: professor(a) explique bem as regras do jogo e principalmente como são formados os pares(figura/palavra + palavra).
Não é preciso omitir as palavras nas fichas com figura, assim as crianças não leitoras vão poder encontrar os pares.

4-Encontre a figura.
 Numa cartolina cole as fichas 2(figura/palavra) e em um saco ou caixa coloque as fichas 4(palavras) correspondentes.
 Coloque a cartolina em lugar bem visível e sem obstáculos para que as crianças possam se aproximar dela rapidamente.
 Passe a caixa pela roda ao som de uma música. Quando a música parar, a criança que estiver com a caixa deve tirar uma ficha, ler e procurar a correspondente no painel.
 Caso a turma seja numerosa, passe a caixa uma única vez para que cada aluno tire uma ficha. Em seguida, chame-os de um por um ou em duplas para ler e procurar as fichas correspondentes no painel.
 As crianças podem e devem participar da confecção do jogo, pintando e colando as fichas.

5-Jogo da Loto.
 Confeccione cartelas usando as fichas do material: cole seis fichas 2(figura/palavra) em cada cartela, que pode ser de papelão, papel madeira ou mesmo folha de ofício.
 Coloque as fichas 4(palavras) correspondentes, em um saco ou caixa.
 Explique para as crianças que você irá sortear palavras e que eles terão de encontrá-las e marcá-las em suas cartelas. Ganha o aluno que conseguir marcar todas as fichas.
 Para tornar a atividade mais desafiadora, faça uma inversão, cole as palavras nas cartelas e sorteie as figuras.
 Certifique-se de que colocou todas as fichas para serem sorteadas.
 Não repita fichas numa mesma cartela, mas pode repeti-las em cartelas diferentes, desde que haja ao menos uma diferença, para que só tenha um ganhador.

Completando as sílabas.
1. Confeccione um kit contendo cartões com palavras faltando sílabas e pequenos pedaços de papel com as sílabas que estão faltando, organize tudo em saquinhos ou envelopes.
2. Divida a turma em grupos e entregue um kit para cada grupo, para que eles completem adequadamente.
3. Escolha palavras do centro de interesse deles e alterne o trabalho com sílabas iniciais, intermediárias e finais.


Ícones da Editora 2º ano  (Utilizada nas Matrizes de Casa e de Sala)







Bingo das sílabas.

1. Faça uma lista com o nome de todos os alunos da sala.
2. Confeccione cartelas usando esses nomes e faltando a primeira sílaba.
3. O número de cartelas e a quantidade de nomes por cartela variam de acordo com o número de alunos.
4. Se preferir trabalhe com a letra inicial maiúscula.
5. Altere apenas um ou dois nomes por cartela.

nato
lena
cia
rolina
dro
berto
rio
cia
rolina
dro
Ex:
Nato
Rio
Cia
Rolina
Dro
Re – Má – Lú – Ca – Ro –He.

Separação silábica.

1. Monte painéis, usando as fichas de leitura só com palavras, escolha as que os alunos têm maior dificuldade.
2. Peça que os alunos separem e contem as sílabas.
Floresta Flo res ta 3
Cachorro Ca chor ro 3
Enxada


Separação silábica.-2

Divida a turma em grupos
1. Entregue para cada grupo uma frase já trabalhada e peça que eles separem as sílabas de todas as palavras e coloquem a quantidade ao lado.Ex:
Minha família é muito importante para mim
( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( )

Qual é a palavra?
1. Coloque as fichas de leitura em um saco ou caixa, selecione as que são passíveis de imitação.
2. Divida a turma em grupos e entregue tarjetas em branco e canetinhas para escrita de palavras.
3. Diga às crianças que irão brincar da seguinte forma.
• Cada grupo deve eleger um representante para fazer as mímicas e outro para escrever as palavras.
• Um representante por vez escolhe uma ficha e faz a mímica para todos os grupos inclusive o seu. Os escribas deverão escrever as palavras com a ajuda do seu respectivo grupo. Ganha quem escrever primeiro e ortograficamente.
Caça ao tesouro.
1. Esconda um tesouro na escola e espalhe pistas de sua localização.
2. Divida a turma em grupos, identifique cada grupo com uma cor e amarre-os pela cintura, com um barbante.
3. Para começar o jogo, entregue uma pista para que os grupos adivinhem o que é esse tesouro.
4. Quando o grupo adivinhar deve dizer em seu ouvido o que é. Essa é a senha para que possa começar a caçada.
5. Regras: a primeira pista tem que ser igual para todos os grupos e cada grupo só poderá ler a que tiver a sua cor.Deixe as pistas em lugares visíveis, e proponha caminhos diferentes para que um grupo não siga o outro.

Compreensão: Cantiga de roda.

1. Conte uma história aos alunos.
2. Desenhe pequenos quadrados no chão e explique que eles representam casas que serão ocupadas por eles.
3. Para começar, deixe um aluno sem casa. Diga que eles cantarão uma música e que assim que ela parar, todos deverão trocar de lugar e o que está no centro deve encontrar uma casa para ele.
4. Novamente, uma criança ficará sem lugar, esta deve responder a uma pergunta sobre a história que acabou de ouvir.
5. Realize perguntas de cunho literal e não literal.

Atividade para trabalhar todos os níveis juntos:
1. Leve um cartaz com a música “O sapo não lava o pé”.2. Cante a música com as crianças.
3. Forme grupos de acordo com a ZDP ou com os níveis de escrita.
4. Entregue a cada grupo uma folha com a letra da música.
5. Oriente as atividades específicas de cada grupo:
• Pré-silábico I e II: identificar e pintar algumas palavras do texto, depois escrevê-las usando o alfabeto móvel.Ex: lagoa, pé, chulé, sapo,etc.
• Silábico: identificação de um número maior de palavras e escrita

usando sílabas móveis.• Silábico-alfabético:palavras faltando letras para que eles completem.
• Alfabético: palavras destacadas para a escrita de frases.
Obs: acompanhe de perto o desenvolvimento das atividades, ao final, peça que os grupos apresentem-se e os convidem a cantar diferente.
• Forme novos grupos, retirando membros dos já formados, agora heterogêneos.
• Entregue a cada novo grupo uma vogal: a, e , i, o, mantenha o u consigo.
• Peça que cada grupo cante a música, substituindo as vogais apenas pela que você entregou.
• Ao final, todos cantam juntos com a vogal u.
Trabalhar com rimas no Dó-ré-mi ou conhecendo diferentes textos.

1. Explique e mostre que as rimas estão associadas aos sons finais das palavras, contados a partir da sílaba tônica(a mais forte) e que não necessariamente precisam ser escritos com letras iguais.
2. Selecione palavras que rimem, no texto.
3. Escreva algumas no quadro e espalhe suas correspondes pela sala, acrescente palavra que rimam e que não estão no texto.(pode ser em grupo ou individual e em forma de competição).
4. Dê o comando para que as crianças procurem as palavras e façam a relação com as postas no quadro.
5. Ao final leia com os alunos.

Jogando com as fichas


 1. Selecione algumas fichas já trabalhadas.
2. Confeccione outras com alguns comandos. Divida uma folha de ofício em 4 pedaços, em cada pedaço escreva um comando:
• Leia a palavra da ficha.
• Faça uma frase com a palavra da ficha.
• Cante uma música que tenha essa palavra.
• Diga todas as letras dessa palavra.
• Separe as sílabas dessa palavra
• Faça uma mímica para que seus colegas adivinhem qual é a palavra.
3. As fichas com o comando devem ter um desenho que as identifique, o desenho tem que ser igual em todos. Cada ficha só deve ter um comando.
4. Coloque um montinho com as fichas dos comandos e outra com as fichas das palavras.
5. Divida a turma em grupos de no máximo 4 componentes.
6. cada grupo, um por vez deve ir até os montinhos e pegar uma ficha de cada e realizar o comando.
7. Se a turma for pequena pode ser feito individualmente ou em duplas.
8. Os comandos podem se repetir, as palavras não.

Qual o objeto?1. Coloque, em uma caixa ou saco, alguns objetos.(pedra,lápis,caneta,etc.).
2. Divida a turma em pequenos grupos e explique que cada grupo irá sortear um objeto e que todos terão de escrever o nome do mesmo.
3. Ganha o grupo que escrever a maioria das palavras ortograficamente.
4. Dê preferência a palavras que eles têm maior dificuldade.
E se fosse...
1. Espalhe tarjetas com vários nomes de frutas, objetos, animais e lugares.
2. Diga aos alunos que vocês irão brincar da seguinte maneira:
• Você escolherá um aluno por vez para responder a seguinte pergunta:
• E se você fosse uma fruta, seria?
• Se a criança responder banana, as demais devem encontrar a tarjeta com essa palavra e trazer para você.
• Dê sequência fazendo novas perguntas a outras crianças, até acabarem as tarjetas: Se você fosse um objeto, seria?
• Caso a criança diga uma palavra que não tenha nas tarjetas, escreva-a no quadro com a ajuda da criança, perguntando como ela acha que se escreve.

Vocabulário.
• Confeccione tarjetas com comandos:
1. Diga para que serve:
2. Diga o significado:
3. Onde posso encontrar:
4. Diga quantas letras tem:
5. Diga quantas sílabas tem:
6. Diga uma palavra que rima:
• Leve um dado e muitas fichas da coleção para a sala.
• Empilhe as fichas de modo que as crianças não possam ver a palavra.
• Uma criança por vez irá puxar uma fixa da pilha e jogar o dado.
• Você ou a criança devem ler o comando correspondente e ela deve executá-lo. Ex: se ela tirar a ficha “ESCOLA” e o número 4 no dado, ela deve dizer quantas letras tem essa palavra.

Dificuldades ortográficas:
1. Observe as dificuldades ortográficas das crianças.Ex: x/ch, j/g...
2. Forme grupos e entregue palavras-chave.Ex:bruxo, cachoeira, enxurrada, bicho, cochilo, chinelo, chapéu, enxada, machado, enxame, chaminé.
3. Diga que cada grupo deve criar uma historinha usando todas essas palavras.
4. Peça que cada grupo conte sua história.
Orientações:
1. Quando for necessária a identificação de palavras, evite apenas circular ou grifar, trabalhe com a correspondência figura-palavra, use as fichas.

PROFESSOR(A) ANTES DE APLICAR QUALQUER DESSAS ATIVIDADES, OBSERVE OS CONTEÚDOS PEDIDOS NAS REPRESENTAÇÕES.

Um comentário :

É um prazer receber seu comentário. Terei a maior satisfação em ler e publicar. Beijocas!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Créditos

As postagens publicadas no meu blog, a maioria são criadas por mim mesma. Tento elaborar atividades de acordo com os níveis dos alunos e espero que de alguma forma elas sirvam de complemento em sua prática docente. Saliento ainda, que as imagens expressas nas atividades são retiradas da URL imagens da net, portanto as que possuírem créditos, esses, serão naturalmente divulgados conforme exige a lei. E claro, na oportunidade de encontrar trabalhos especiais de colegas blogueiras, usarei, divulgarei e darei os devidos créditos .
É um prazer enorme ajudar e trocar experiências com todos.! Sintam-se Especiais no meu cantinho.